Menu Principal

5 parques de São Paulo

Nem só de cinza e prédios é feita a capital paulista. Por toda a cidade de São Paulo estão espalhados parques com áreas verdes que são ótimas opções de lazer, diversão e contato com a natureza para todos os moradores e visitantes de SP.

Parque do Ibirapuera
Parque do Ibirapuera

O Parque do Ibirapuera, ou Ibira, como também é chamado pelo pessoal de São Paulo é sem dúvidas o mais famoso da cidade e o preferido de muitos.
O Ibirapuera tem área total de 158 hectares, não é difícil ouvir alguém falar que já se perdeu lá dentro. O parque também possui três lagos artificiais, o famoso auditório, pista de corrida e caminhada, quadras para as mais diversas modalidades esportivas, ciclofaixa. Também tem restaurantes e lanchonetes, escola de jardinagem e de astronomia, e além de tudo, o parque abriga vários museus com acervos próprios ou exposições temporárias. É um monte de opção para um lugar só. É por isso que o parque é queridinho dos paulistas.

Parque da Aclimação
Parque da Aclimacao
O Parque da Aclimação não é grande como o Ibira, tem 112 mil m², mas não vá pensando que é apenas um parquinho modesto. O parque fica todo em volta do lago natural e perto de suas margens, nos fins de semana, vários grupos de amigos e famílias fazem piquenique. Mas, para aqueles que querem se exercitar tem pista de corrida e caminhada, e quadras de futebol, basquete, vôlei. O jardim japonês é ótimo para um momento mais relaxante. E as crianças não ficam de fora, os parquinhos com brinquedos garantem a diversão para os pequenos.

Parque da Água Branca
Parque da Agua Branca

O Parque da Água Branca fica no bairro de mesmo nome, mas também é próximo à Lapa, Perdizes, Pompéia e Barra Funda. O parque de 136.765.41 m² possui atrações principalmente para as crianças que se divertem e aprendem na brinquedoteca e espaço da leitura infantil, lá também tem um parque de diversões permanente com pula-pula, carrossel e outros brinquedos! O trenzinho que faz passeios pelo parque é uma atração tanto para as crianças quanto para os adultos.
E os adultos também têm um espaço para a leitura com mesinhas e opções de livros. Sendo um parque é um ótimo para uma caminhada, mas também é bom passar por lá e simplesmente relaxar olhando os patinhos e galinhas que andam soltos. Desde 1993 todo sábado acontece ali uma feira orgânica que vale a pena conferir, além de outras feiras como a de artesanatos.

Ceret – Centro Esportivo, Recreativo e Educativo do Trabalhador
CERET
Localizado no bairro do Tatuapé, colado ao Jardim Anália Franco, o Ceret, parque de 286 mil m² conta com a maior piscina da América Latina que tem 100 m de comprimento e 50m de largura, aquela opção gostosa para os dias de sol! Para os esportistas o Ceret tem três campos de futebol, quatro quadras de vôlei, duas quadras de basquete, três quadras poliesportivas, uma quadra de Beach Soccer, seis quadras de tênis (duas de saibro), um campo de rugby e um ginásio poliesportivo. Além disso, tem mais três salas de ginástica, pista para caminhada e corrida e uma pista de atletismo de 400m. E se os pequenos não estão na piscina tem a opção de playground para as crianças. O parque é aquele lugar ótimo para a galera da Zona Leste de São Paulo, principalmente para quem gosta de se exercitar!

Parque da Juventude
Parque da Juventude
O complexo cultural recreativo de 240 mil m², o Parque da Juventude fica pertinho da estação Carandiru do metrô na Zona Norte da capital, o parque fica no local onde antigamente abrigava a penitenciária do Carandiru.  O espaço hoje é bem diferente do que já foi, no meio da extensa área verde tem uma pista de caminhada, pista de skate, aparelhos de ginástica e um parquinho para crianças.
É lá também que fica a Biblioteca de São Paulo, inaugurada em 2010, a biblioteca já emprestou mas de 133 mil livros. Coladinha ao Parque da Juventude está uma ETEC, quer passeio melhor com os amigos depois da aula do que uma voltinha no parque?

Os parques de São Paulo são ótimas opções de lazer para curtir na cidade!