Menu Principal

10 dicas para o inquilino

Se você é inquilino e não tem certeza de quais devem ser seus primeiros passos quando você está se mudando, confira essas 10 dicas que deve seguir quando aluga uma nova casa ou apartamento:

inquilinos

1- Ande pelo apartamento
Antes de assinar o contrato ou começar a levar suas coisas, dê uma olhada completa no novo apartamento para ver se existe algum dano deixado pelo inquilino anterior. Você não vai querer perder seu depósito por conta de um dano que não foi de sua responsabilidade.

2- Revise o contrato
Cuidadosamente revise todas as condições que o inquilino anterior a você assinou. Seu contrato ou acordo de aluguel deve conter o que você considera inaceitável, por exemplo, restrições a convidados, animais de estimação, alterações no projeto, ou ter um negócio próprio em casa.

3- Tenha tudo por escrito
Para evitar desculpas ou mal entendidos com o proprietário, tenha tudo por escrito. Guarde cópias de qualquer correspondência e dê seguimento de um acordo oral com uma carta contendo um levantamento do que você entendeu. Por exemplo, se pediu que o proprietário fizesse reparos ponha isso na sua carta de requerimentos e mantenha uma cópia para você. Se o proprietário concordar com isso oralmente, envie uma carta de confirmação.

4- Proteja seus direitos de privacidade
Ao lado de disputas sobre o aluguel ou depósito de segurança, um dos mal entendidos mais comuns e cheio de emoções surge sobre a tensão do direito do proprietário entrar no imóvel alugado e o direito do inquilino de ser deixado sozinho. Se você entender seus direitos de privacidade, por exemplo, a quantidade de avisos que o proprietário deve fornecer antes de entrar, vai ser mais fácil proteger esses direitos.

5- Reparos exigidos
Você tem o direito de morar em um imóvel habitável. A maioria dos proprietários é obrigada a oferecer aos inquilinos instalações habitáveis, incluindo impermeabilização, aquecimento, água, eletricidade, limpeza, higiene e instalações estruturalmente seguras. Se sua unidade de locação não foi mantida em bom estado, você tem um número de opções que variam desde usar uma parte do valor que seria pago no aluguel para pagar por esses reparos, ligar para um inspetor que vai dizer para o proprietário fazer os reparos, ou até se mudar sem a responsabilidade de ter que pagar por aluguéis futuros.

6- Converse com o proprietário
Mantenha uma comunicação com o proprietário. Se houver um problema, por exemplo, se ele é lento para fazer reparos, converse sobre isso para ver se essa questão pode ser resolvida rapidamente ou através de uma batalha judicial desagradável.

7- *Tenha um seguro fiança
O seguro fiança além de ser uma garantia que o proprietário vai receber o valor referente ao aluguel, também pode cobrir, dependendo do pacote, danos ao imóvel, pagamento de algumas despesas.

8- Proteja seu depósito de segurança
Para se proteger e evitar mal entendidos tenha certeza que seu contrato ou acordo de locação está claro sobre o reembolso do depósito de segurança incluindo as deduções permitidas. Quando você se mudar caminhe pelo imóvel juntamente com o proprietário para registrar danos existentes nas instalações na declaração de mudança ou na checklist.

9- *Proteja sua segurança
Saiba se o prédio e a vizinhança são seguros, e o que você espera que o proprietário faça caso não sejam. Confira se a propriedade é vulnerável a entrada de criminosos e verifique se algum crime já ocorreu no local ou nas proximidades. Se crimes são bastante recorrentes, talvez seu proprietário deva tomar algumas medidas para proteger você

10- Lide adequadamente com despejos
Se acontecer de você ser despejado por qualquer motivo, você deve saber quando lutar contra uma ordem de despejo e quando deve se mudar. Se você sentir que o proprietário está claramente errado (por exemplo, você não recebeu a ordem de despejo, as instalações são inabitáveis), você pode querer contestar esse despejo. Mas, a menos que você tenha a lei e as provas dos fatos ao seu lado, lutar contra a ordem de despejo pode ser imprudente. Se você perder um processo de despejo você pode terminar devendo dinheiro o que pode comprometer sua avaliação de crédito e a capacidade de facilmente alugar com futuros proprietários.

Fonte: www.military.com/money/pcs-dity-move/10-tips-for-renting.html

*modificado do texto original