Menu Principal

Dicas para comprar um imóvel sem intermediários

Você está pensando em comprar imóvel? Veja algumas dicas para conseguir fazer isso sozinho

Usar intermediários na transação de compra e venda de um imóvel não é obrigatório para quem quer comprar. Mas, muitas vezes esse é o caminho mais rápido e fácil.

Afinal, nem sempre o comprador tem tempo de se envolver, buscar oportunidades de imóveis e, encontrar o lugar certo para estabelecer sua nova residência.

Por conta da comodidade, e por falta de experiência, muitos compradores acabam optando por contratar um intermediário e, tornar mais fácil a missão de comprar um novo imóvel.

Mas, nós viemos aqui quebrar todo essa tabu em torno dos intermediários e, vamos trazer algumas dicas úteis para que você possa comprar um imóvel, com segurança e sucesso, sem a ajuda de intermediários.

Aqui está o que você precisa saber.

#1. Pesquise ostensivamente

Hoje em dia, com a internet sendo um facilitador para compradores e vendedores, você pode procurar todas as informações que precisa antes de comprar o seu imóvel e garantir o melhor negócio.

Antes de você comprar uma propriedade, assegure-se de saber:

  • Se o bairro é seguro.
  • A idade da construção.
  • Por quantos proprietários ela passou.
  • Se precisa de reformas.
  • Se possui dívidas (IPTU, taxas de incêndio e etc.).
  • Se está no nome de quem está vendendo.

Essas são as informações básicas que você precisa saber antes de fazer algumas visitas à propriedade e, conferir se o imóvel à venda é mesmo o que você esperava.

Nunca deixe que a sua pressa, ou  a afirmativa de que muitas pessoas estão querendo comprar o imóvel, pressione sua decisão. Pesquise até você ter certeza e, então tome sua decisão.

A pesquisa é a parte mais importante durante o processo de compra. Quanto mais refinada, menos chances de você errar.

A pesquisa é a parte mais importante durante o processo de compra. Quanto mais refinada, menos chances de você errar.

#2. Compare

Quando estamos imersos na pesquisa de uma propriedade, achamos que ela é a perfeita para a nossa vontade.

Mas, quando comparamos uma propriedade com a outra, será que ela continua sendo a moradia perfeita para o que precisamos?

Não deixe que a sua pesquisa pela propriedade cegue suas faculdades comparativas e, coloque sempre à prova sua opinião, compartilhando as informações com outras pessoas que vão dividir o imóvel com você.

Comparar dados, estatísticas, opiniões dos bairros e preços vai ajudar você a chegar à sua escolha ideal e, tomar a decisão mais acertada.

#3. Acompanhe as notícias

Hoje em dia é fácil saber os bairros mais seguros, movimentados e em alta (ou baixa). Essas informações podem ser acessadas, muitas vezes, no site da sua prefeitura, CRECI e, de notícias.

Saber se um bairro está sendo valorizado ou desvalorizado, ou se os imóveis estão se valorizando vai ajudá-lo a ter boas informações em mãos na hora de negociar e conseguir fazer o melhor negócio.

Fique atento, siga notícias de seus bairros prediletos e, aprenda como cada fator influencia positiva ou negativamente na valorização do imóvel que você pretende a comprar.

#4. Esteja preparado para ser impressionado

Todo imóvel que for visitado por você vai parecer ser um imóvel maravilhoso. Claro, ele foi preparado para parecer o imóvel perfeito e a casa dos seus sonhos.

Por isso, não se deixe enganar. Alguns vendedores são experts em deixar a casa super apresentável para que você seda nas negociações.

É uma técnica de venda muito comum: contextualizar o produto e fazer o cliente imaginar a sua posse faz com que ele esteja mais inclinado a comprar o seu produto.

Por isso, não leve tudo que ver em consideração. Muitas vezes a casa está mobiliada e, pode esconder armadilhas.

Além do mais, se ela estiver mobiliada, considere o fato de que, nem sempre ela está à venda de “porteira fechada”, com todos os itens, móveis e utensílios inclusos na compra.

#5. Cuidado com imóveis empresariais

Imóveis que estão sendo vendidos por empresas podem ser um risco. Por isso, antes de dar segmento às negociações ou formalizar uma intenção de compra, pesquise muito.

Antes de mais nada, é preciso pesquisar o histórico da empresa: dívidas, falências, execuções, protestos e outros fatores que podem atrapalhar a compra e, dificultar as coisas para o comprador.

Depois, investigue também os sócios. Em alguns casos, mesmo que apenas um sócio tenha alguma dívida, ela pode passar para os demais sócios e, com isso, comprometer o bem.

Não custa nada se precaver e, assegurar que seu imóvel dos sonhos não pertenceu à uma empresa.

Não custa nada se precaver e, assegurar que seu imóvel dos sonhos não pertenceu à uma empresa.

#6. Tenha uma margem de reserva

Lembre-se sempre que uma compra envolve risco. Por mais precavido que você seja, você corre o risco de se deparar com imprevisto: pequenas reformas, taxas extras, surpresas desagradáveis, entre outras.

Se você consumir todo o dinheiro na compra do seu imóvel, ficará desprevenido assim que surgirem os primeiros imprevistos, mesmo que pequenos.

Os imprevistos podem transformar uma compra tranquila em um problema financeiro para você.

Nunca dê um passo maior do que a perna

Quando você seguir essas dicas passo-a-passo, vai entender que é completamente possível comprar sua nova casa sem intermediários e, assim, fazer uma transação bem sucedida.

O segredo final é nunca dar um passo maior do que a perna e, sempre se lembrar que, por mais que você queira um imóvel dos sonhos, você precisa ter outras opções.

Nunca arrisque o seu dinheiro e, só feche negócios quando tiver certeza que,  você encontrou a melhor opção de acordo com o seu poder de compra e, que não está agindo por impulso e/ou pressão.

Tenha calma para escolher e comparar suas opções e, certamente você fará uma ótima opção de compra.

Agora que você já sabe por onde começar, confira os imóveis à venda em São Paulo.