Menu Principal

Comprar um imóvel: pagar à vista ou financiar?

comprar-imovel-a-vista-ou-financiarEconomizar para pagar um imóvel à vista é sempre melhor do que fazer um financiamento, já que nesta última opção existem os juros – que no Brasil são altíssimos. Mas se na teoria essa máxima funciona perfeitamente, na prática pode ser difícil levá-la à cabo. Dependendo da situação, é preferível fazer um financiamento. Em outras, o melhor é ser regrado e poupar religiosamente para conseguir ter sua casa própria. Elencamos alguns pontos que você deve considerar ao se decidir por pagar à vista ou financiar na hora de comprar um imóvel.

*** Procurando um imóvel para comprar? A gente tem.

Avalie seus gastos mensais

Quem mora na casa dos pais consegue juntar dinheiro para comprar um imóvel à vista mais facilmente. No entanto, quem paga aluguel terá uma despesa fixa que compromete boa parte do orçamento da casa. Fazer um financiamento do imóvel seria outro compromisso financeiro, além do aluguel. Consegue dar conta de tudo? Se existe dúvida, o melhor é agir com cautela. Uma opção inteligente é ficar no aluguel e aplicar o dinheiro que conseguir poupar no fim do mês. Ainda que você não consiga juntar toda a quantia necessária para comprar um imóvel, poderá fazer um bom pé de meia para dar entrada de um financiamento e diminuir o valor das parcelas.

Financiamento permite um consumo antecipado

Poupar dinheiro para comprar um imóvel à vista pode significar uma espera de anos. Período esse que você terá de ser muito regrado e responsável com seus gastos. Já um financiamento, apesar de sair mais caro por conta dos juros, permite que você compre seu imóvel antecipadamente.

Quem financia um imóvel pode utilizar recursos do FGTS

O financiamento imobiliário possibilita o uso do FGTS, se você e o imóvel atenderem todas as exigências. Isso é vantajoso, principalmente porque o comprador pode usar essa quantia para a entrada do imóvel, diminuindo assim o valor da parcela mensal do financiamento.

Imóvel comprado na planta pode pesar mais no bolso

Para quem vive de aluguel, optar pelo financiamento do imóvel é uma boa saída. Afinal, seria uma troca: o valor da parcela de um imóvel pronto para morar substitui o aluguel pago mensalmente. Essa conta não é válida para imóveis comprados na planta. Neste caso, aluguel e prestação se somam, pesando para o bolso de quem quer comprar um imóvel.

Colocar na poupança é mais simples do que conseguir financiamento

Conseguir um financiamento pode ser complicado. Os bancos fazem uma série de exigências, e na maioria das vezes só permitem que você comprometa de 20% a 30% da sua renda para pagar um financiamento imobiliário. Essa limitação não existe se você optar por colocar um dinheiro todo mês na poupança para comprar o imóvel à vista. Com esforço, você pode destinar a porcentagem que quiser de sua renda para colocar na poupança.

Quem compra à vista precisa ter uma reserva extra

Não basta conseguir juntar o valor do imóvel. O comprador deve levar em conta os custos adicionais que podem existir ao comprar um imóvel, como reformas, Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), escritura e registro. Se for um imóvel comprado na planta, pode haver outras taxas que no total podem chegar a até 20% do valor do imóvel.